Corrigindo bug do ChanSpy no Elastix 2.0

A versão 2.0 do Elastix trouxe algumas mudanças na execução dos seus contextos. A função original ChanSpy por exemplo, que permitir monitorar (ouvir) em tempo real uma chamada, apresenta uma forma diferente de execução em relação a sua versão anterior.

Ao executar o código 555 na versão anterior o sistema solicitava a senha, em seguida o numero do ramal que desejava monitorar e iniciava o processo. No Elastix 2.0 o contexto original deste comando não executa este procedimento e eu não consegui por para funcionar. Acredito que seja algum problema no FreePBX.

Enquanto a solução não vem com a atualização do sistema, criei por conta própria um novo conexto para o ChanSpy funcionar baseado na versão anterior do Elastix.

Insira o contexto a seguir no “extensions_custom.conf” , salve, e no Asterisk-CLI digite “reload” ou na console do linux digite “service asterisk reload” e teste.

Lembrando que no exemplo abaixo a senha de acesso ao recurso ChanSpy está definida para 1234, para alterar essa senha basta editar o código no local correspondente e para acessar esse recurso, no contexto abaixo está definido o código ‘155’  ao invés do padrão ‘555’ do Elastix.

[app-chanspy]
include => app-chanspy-custom
exten => 155,1,Authenticate(1234)
exten => 155,n,Background(beep)
exten => 155,n,Read(chan,,4)
exten => 155,n,ChanSpy(SIP/${chan},q)
exten => 155,n,Hangup